Home > Blog da Agatha > Guia de estudos >

Como Estudar Com Barulho


Atualizada em 21 de Maio, 2021

Existem diversos problemas relacionados aos estudos, porém um dos piores é estudar em um local com barulho, contudo essa situação não deve nos abster de um melhor futuro por deixar de estudar, então hoje a Agatha vai te ajudar a contornar esta situação.

Como Estudar Com Barulho

Existem diversos problemas relacionados aos estudos, porém um dos piores é estudar em um local com barulho, contudo essa situação não deve nos abster de um melhor futuro por deixar de estudar, então hoje a Agatha vai te ajudar a contornar esta situação.

Algumas pessoas tem uma sensibilidade maior que outras para o barulho, sendo que me incluo no primeiro grupo, e sempre utilizei técnicas, porém dependeram do período, então sem enrolação vamos conferir:

Estudar de madrugada

Estudar de madrugada: Para muitos esta é a única situação onde é possível estudar, principalmente para quem mora com a família (e eles não respeitam os seus estudos). A principal vantagem é o silêncio, porém em muitas regiões o som alto no fim de semana ou o fato compartilhar o quarto pode atrapalhar bastante, principalmente se necessitar da luz acessa, além disso ao longo do tempo estudar até muito tarde pode afetar o seu organismo, sendo que isso vai depender de cada pessoa.

Nossa dica aqui seria começar estudar no período onde as pessoas da sua casa vão dormir, porém evitar varar noites adentro.

Uma outra opção plausível seria acordar bem cedo, como cinco ou seis da manhã. Mais uma vez, você pode se adaptar a isso ou não. Muitas pessoas podem não conseguir pela sonolência, outras podem não sofrer tanto com a mudança.

Tampando os ouvidos



Protetor auricular: Quem trabalha em locais com muito barulho como algumas fábricas, construção civil ou até mesmo padarias, deve utilizar protetores auriculares para protegerem os ouvidos, sendo uma opção bem interessante para você estudar.

Existem diversos modelos, e um ponto importante é que em lojas de materiais de construção pode se encontrar uma unidade por menos de cinco reais, porém o modelo é reduzido a um número limitado de opções.

Eles podem resolver ou diminuir muito o barulho, inclusive auxiliar no sono, porém o seu uso prolongado pode causar desconforto ou dores de ouvido, então evite usar durante todo o dia.

Em farmácias é possível encontrar mais modelos, como o de silicone que se adapta ao seu ouvido, apesar de ser um pouco mais caro (menos de 20 reais). A sua desvantagem é que se colocado em uma superfície suja ou dentro do bolso será difícil para lavar depois.

Além dos tradicionais, existem modelos que reduzem muito mais o ruído, como por exemplo, de roncos insuportáveis, porém eles tem um custo bem mais alto. Atualmente uso de uma marca chinesa chamada "iMeBoBo" composto por camadas, sendo encontrada no mercado livre, por no mínimo 50 reais, mais o frete, sendo um pouco salgado, porém modelos mais simples vão atender na maioria dos casos.

Cada protetor tem um valor para a redução de som que é medido em decibéis (dBA). Então quanto maior o valor, mais ele abafa, ou seja, menos ruído.

Exemplos de Protetores



Fones de ouvido



Outra opção interessante são os fones de ouvido, uma vez que o som deles impede o ruído externo, e você ainda pode ouvir algum tipo de música, porém se atente ao volume, e tome cuidado com os fones que são conectados dentro do seu ouvido, e a higiene dos mesmos.

Você também pode intercalar o uso, ou até mesmo usar o protetor e o fone, haja vista que para o fone funcionar só de um lado não é nada difícil.

Outras opções

1. Espaços: Estudar em uma Biblioteca pública pode ser uma ótima opção, estudar nas bibliotecas do SESC também, uma vez que não precisa ser associado. Outra opção mais barata são os cafés (caso tenha na sua cidade), que geralmente tem wifi grátis.

2. Faculdade: Para quem já chegou lá, pode-se usar espaços livres ou até a biblioteca para conseguir colocar os seus estudos em dia.

3. Casa do amigo: Caso tenha essa sorte, usar a casa de um colega para estudar, ou até mesmo estudar com ele/ela pode ser outra opção.

4. Cabine Individual: Em algumas cidades é possível encontrar cabines individuais que funcionam 24 horas por dia, porém elas tem um valor mensal a ser pago.

5. Conversar com a família: Caso tenha uma família que te apoia e compreende, conversar com os mesmo sobre seus horários de estudo pode ser importante.

6. Isolamento Acústico: Outra opção é o isolamento acústico para o quarto, que é feito através da colocação de uma espuma. Se o som for externo a vedação da janela com PVC pode ser eficaz.

7. Parte da Casa: Caso a sua casa não seja tão pequena, uma opção é estudar no quintal, sendo que ficar longe da cama, e em uma ambiente mais claro com mais ar puro pode ser importante.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp